quarta-feira, 14 de julho de 2010

m.i.a/maya/born free



politiquices à parte, isto é bom demais.
quero.ir.ver.

5 comentários:

Mafalda disse...

por acaso acho que também irei vê-la. :)

http://www.joanazevedo.com/blog disse...

já passei aqui umas quantas vezes! adoro a tua selecção musical, ouvimos praticamente as mesmas coisas, o que é estranho e raro!
viva o bom gosto ;)

Peter disse...

corre o boato que a verdadeira MIA não estava no Letterman. tenho dito. :)

Meu Ego disse...

Por norma, música electrónica não é a minha praia (guitarras rápidas, vozes roucas e bateria pujante enchem-me as medidas), mas M.I.A. contradiz a generalidade dos meus gostos

senhorita valdez disse...

para mim M.I.A nem se enquadra bem na categoria música electrónica. é mais um molotov de uma série de influências. se gostas de riffs rijos, então tens que prestar muita atenção ao último álbum, é agressiveeee

joana: obrigada, também costumo espreitar o teu. passa sempre aqui, és bem-vinda.*

pedro: acho que acabaste de inventar isso :P vê lá se depois ela nao aparece na zamb.